sexta-feira, 31 de maio de 2013

quinta-feira, 30 de maio de 2013

10 Erros que deve evitar a todo o custo no seu CV




A redação de um Curriculum Vitae é a fase inicial e a mais importante da preparação da sua candidatura a um emprego. Se nesta fase crucial você falhar, todas as suas espectativas serão goradas, por isso foque-se e leia diversas vezes o seu currículo para tentar evitar a todo o custo qualquer erro.


1) Erros de escrita e gramática
Um dos erros mais comuns que você deve evitar, são erros de escrita e gramática sejam eles quais forem. Se não se sente confortável no português ou em qualquer outra língua que esteja a redigir, por favor peça a ajuda de um familiar ou amigo.

2) Pouco específico
Nos currículos vê-se de tudo um pouco, umas pessoas colocam informação a menos e outras a mais. No meio está a virtude, não devemos ser exagerados, no entanto devemos especificar com detalhe algumas das funções que desempenhámos anteriormente.

3) Um modelo de CV para todos
Como mencionámos no artigo “As 5 coisas mais importantes a reter sobre o seu Curriculum Vitae”, é importante redigir um Curriculum Vitae focado na vaga que pretendemos preencher, não caia no erro de criar o seu modelo de CV e enviar para todo o lado.

4) Realce de detalhes sem importância
Os recrutadores na sua maioria são perspicazes e rigorosos, se você estiver a realçar pormenores sem importância estará a colocar a dita “palha” que o recrutador não quer ler, e que você acha que valoriza ou aumenta o seu CV. Não cometa o erro de mencionar detalhes sem importância como por exemplo: Organizei um arquivo em três dias tendo separado cuidadosamente as pastas por ano, nome, categoria, etc.

5) Demasiado curto ou demasiado extenso
Não existem regras específicas para redigir um CV, nós humanos somos todos diferentes uns dos outros e é natural que as preferências de uns não sejam iguais às de outros. Não estranhe se o seu vizinho lhe disser que o dele tem 5 páginas e o seu só tem 2, não fizeram o mesmo percurso escolar nem profissional, e nem todos redigem o CV da mesma maneira.

6) Um mau objetivo
Se o seu CV não está redigido para determinado cargo, o mais provável é o seu objetivo também estar desajustado. Quando redigir um currículo para determinado cargo, escolha eficazmente o objetivo deste, fazendo com que o mesmo se identifique com o que o recrutador procura.

7) Esquecer informação importante
Em algumas situações somos tentados a esconder alguns trabalhos de curta duração que fizemos no passado, ou porque não estariam relacionados com aquilo que pretendíamos para o nosso futuro, ou porque simplesmente foram uma curta passagem. Apesar de acharmos que são insignificantes, muitas vezes escondem alguma aprendizagem e experiência que adquirimos. Defina bem o que pretende incluir ou excluir do seu Curriculum Vitae.

8) Falta de ação
Uma das coisas que os recrutadores gostam mais são os problemas que a pessoa teve que enfrentar na vida profissional, e como os resolveu. A iniciativa é muito importante num Curriculum, mostre que é capaz de solucionar problemas, ser pró-ativo, de criar e resolver coisas.

9) Confuso para o olhar
Já referimos aqui anteriormente que a simplicidade faz a diferença, não escolha um tipo de letra exuberante, o tamanho de letra deve ser moderado e consistente, dê espaço entre os vários conteúdos, dê espaço ligeiro entre linhas, seja acima de tudo ponderado.

10) Informações erradas ou desatualizadas
Também já referimos aqui anteriormente que ter informações de contacto erradas, ou mesmo informações profissionais, pode ser muito prejudicial para si. Tente reler o seu CV esporadicamente para comprovar que tudo está atual e verdadeiro.

http://blog.ofertas-emprego.com

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Enriqueça o seu perfil com os meios digitais

Ter um Curriculum Vitae já toda a gente sabe que é indispensável senão mesmo obrigatório, no entanto existem outros meios e criatividades digitais que podem alavancar o seu curriculum.

Com a era digital a assumir cada vez mais protagonismo nas nossas vidas, é essencial estar comprometido com ela, não só para ler notícias ou participar num chat, mas também para usufruir das oportunidades que ela nos dá de melhorar o nosso perfil profissional e torna-lo mais cativante.


Perfil Social
Com o aparecimento das redes sociais, surge também uma exposição mais global do seu perfil, não só pessoal mas também profissional. Uma das redes voltada para o campo profissional é o Linkedin que mencionámos no artigo “LinkedIn: procurar trabalho com as redes sociais”, e que é uma montra para as empresas. Crie o seu perfil e foque-se na sua promoção.

Sugestão de redes sociais profissionais:
http://www.linkedin.com/
http://www.viadeo.com/
http://branchout.com/
http://www.jobandtalent.com/

CV Digital
O CV Digital é um complemento ao Curriculum Vitae tradicional. Quem está habituado a lidar com a internet regularmente, e conhece relativamente bem o que são Blogs ou Websites pessoais, já viu ou reparou em trechos de Currículos Digitais ou mesmo publicidade para o CV Digital daquela pessoa, autora desse Blog ou Website. O autor além de expor as suas ideias, trabalhos, vida pessoal, etc. no Blog ou Website, promove também o seu currículo num formato digital e acessível em qualquer computador ligado à internet.


Alguns endereços para criar um CV Digital:
http://pt.cvgrid.com/
http://kinzaa.com/
http://vizualize.me/
http://www.resumebaking.com/
http://zerply.com/

Apresentação/Currículo em Vídeo
As pessoas que mais se identificam com uma postura profissional ou criativa, têm por hábito enriquecer o seu perfil acrescentando uma apresentação ou currículo em vídeo.
Os de cariz profissional optam por recrutar a ajuda de um amigo ou familiar com aptidões de comunicação, ou até mesmo os serviços de alguém ou empresa especializado na área. Nestes casos a apresentação é cuidada e normalmente é uma introdução ao seu Curriculum Vitae tradicional. Veja o exemplo:


Endereço para criar uma apresentação Profissional (Pago):


Os de cariz criativo na maioria das vezes optam por criar por si uma apresentação original, diferente e cativante. Com o auxílio das redes sociais estas apresentações podem facilmente chegar ao recrutador sem a necessidade do envio de uma candidatura formal. Veja o exemplo:

 

terça-feira, 28 de maio de 2013

As 5 coisas mais importantes a reter sobre o seu Curriculum Vitae


Nos dias que correm ter um Curriculum Vitae que seja diferente, cativante e bem escrito é fundamental para se destacar de todos os outros. Para as empresas de recrutamento que recebem centenas de currículos todos os dias não interessa receber mais do mesmo mas sim algo diferente, cativante, original, algo que sobressaia. É altura de você agir e remodelar o seu CV. Há quanto tempo não o faz? Tenha em atenção aos 5 detalhes mais importantes a reter:

1) Demonstre que é a pessoa indicada para o cargo
Cada vez mais um CV deve ser redigido com foque para o cargo ao qual se está a candidatar, isto porque na maioria dos casos os currículos são redigidos apenas uma vez, e são entregues para os variados cargos sendo imediatamente postos de lado. Por isso você deve analisar profundamente o cargo ao qual se está a candidatar, e se acredita que é a pessoa indicada para ele deve investir todo o seu potencial na redação do seu CV para esse mesmo cargo. Demonstre que é a pessoa indicada para essa vaga e especifique com algum pormenor a sua experiência no ramo.

2) Simplicidade = eficácia
O recrutador apenas demorará uns segundos a analisar se o seu CV estará entre os possíveis candidatos, se o seu curriculum vitae for demasiado complexo de ler ficará de fora da escolha final. Para cativar a atenção do recrutador será necessário redigir o seu CV de forma simples e com boa organização, se possível dê algum espaço entre linhas e sectores para que possa cativar a atenção deste para algum aspeto importante.

3) Foque os cargos importantes
Um fator comum nas pessoas que procuram empregos é enviar o seu CV mal redigido ou antiquado para todos e quaisquer recrutadores no sentido de obter uma resposta, acontece que quantidade não é sinal de qualidade e muitas vezes só pelo nome ou email são imediatamente ignorados. Você quer pertencer a esta lista negra de currículos?
Foque o seu curriculum vitae nos cargos que realmente você acha que são os mais indicados para si, e os quais você acha que pode verdadeiramente conseguir sair “vencedor”. O tempo que você desperdiça a enviar o seu CV para todo o lado, invista na redação do seu CV para cada cargo que considera importante e com probabilidades de conseguir um emprego.

4) Estar atual é fundamental
Um dos maiores erros que as pessoas cometem no seu CV é deixar campos desatualizados ou com informação incorreta. Ter um número de telefone que já não existe, ou um email em que faltou uma letra, é o pior cenário para si caso seja um dos eleitos para a entrevista. Faça uma revisão completa ao seu currículo com alguma frequência, de modo a garantir que este se encontra sempre atual e sem erros.

5) Adicione informação fresca sempre que necessário
Sempre que frequentar um curso ou alguma experiência nova que possa ser relevante para o seu currículo ou cargo, acrescente. Por outro lado se sentir que alguma informação é pouco relevante retire.

http://blog.ofertas-emprego.com

segunda-feira, 27 de maio de 2013

5 Modelos de Curriculum Vitae que pode usar




Nos dias de hoje é essencial ter um Curriculum Vitae bem feito e adaptável às circunstâncias, o que muitas pessoas não sabem é que existem vários modelos sendo que o Europeu é o mais requisitado.

A história do Curriculum Vitae não é de agora, em 1482 Leonardo da Vinci criou o primeiro CV Profissional do mundo, mas só em 1950 se institucionalizou-se verdadeiramente a formalidade de requisição e entrega de currículos escritos.

Com o surgimento da era digital em 1970, o Curriculum Vitae passou a ser escrito por computador tornando mais limpo e profissional. Em 1987 o fax era então o principal meio de envio e recebimento de Currículos, sendo ultrapassado em 1997 pelo e-mail.

Desde o ano de 2002, o CV tem vindo a ser readaptado à nova era digital 2.0, e hoje já é possível encontrar em abundância diversos tipos de CV além dos modelos tradicionais, tais como CV em vídeo, CV Online, Infografias, Perfis Sociais, etc.

Apesar de hoje em dia haver diversos recursos para criar um currículo diferente, a verdade é que ainda é necessário seguir os padrões mais usados. Fique a conhecer os 5 modelos de Curriculum Vitae mais pedidos pelos recrutadores.

1) Modelo de Curriculum Vitae Cronológico
A particularidade deste modelo de CV, é a sua apresentação cronológica dos acontecimentos tal como refere o seu nome. Todos eles são ordenados de forma decrescente desde a atualidade até ao primeiro emprego. A grande vantagem deste Modelo Cronológico é ser simples e conciso na sua estrutura, facilitando a sua leitura por parte do recrutador.

2) Modelo de Curriculum Vitae Funcional
O Modelo de CV Funcional é bastante completo e extenso o que poderá maçar o recrutador. Bem estruturado por blocos de atividades e funções, o Modelo Funcional permite dar mais destaque à atividade profissional passada, ou invés da formação profissional.

3) Modelo de Curriculum Vitae Misto
Como diz o seu nome é uma mistura do Modelo Cronológico com o Funcional, permitindo juntar o melhor de dois modelos distintos. Assim sendo o Modelo Misto agrega uma boa organização e uma estrutura que privilegia o que é mais importante num Curriculum Vitae.

4) Modelo de Curriculum Vitae por Objetivos
O Modelo por Objetivos tem a particularidade de ser mais flexível e adaptável a diversas candidaturas que um desempregado tenha que concorrer. Neste Modelo a experiência profissional tem maior destaque, e é possível gerir melhor essas experiências conforme os anúncios para os quais o Modelo é requisitado.

5) Modelo de Curriculum Vitae Europeu
Com a criação da União Europeia em 1992 houve a necessidade de criar um modelo de CV que fosse consensual e utilizável pelos diversos países que a constituem, foi então proposto em 1998 a criação de um Modelo Comum Europeu denominado Europass. Atualmente o Modelo Europeu é o mais requisitado por recrutador nacionais e europeus.


http://blog.ofertas-emprego.com

domingo, 26 de maio de 2013

Emprego de A a Z: O primeiro emprego

sábado, 25 de maio de 2013

Emprego de A a Z: Marketing pessoal

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Emprego de A a Z: Ser bonzinho nem sempre é bom

Emprego de A a Z: A inveja no trabalho

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Emprego de A a Z - Qualidade de vida

terça-feira, 21 de maio de 2013

5 Motivos pelos quais não deve ser desleixado na procura de emprego


Estar desempregado nunca fez bem ao ego, nem agora nem em 2000 em que a taxa era de apenas 3,9%. Estar sem emprego é uma mistura de sensações que nos leva muitas vezes a desistir de insistir, e a cair numa rotina de deixa andar e desmotivação. Para conseguirmos dar a volta por cima é necessário alguma dose concentração, motivação e umas dicas.


1) Enquanto você de desleixa outros aproveitam
Se você realmente quer encontrar um emprego e tem vontade de trabalhar, e que apenas está desmotivado, lembre-se que enquanto você baixa os esforços na procura, outros vão aproveitar a sua ausência para agarrar a sua oportunidade. Com a internet, hoje em dia você pode estar atento sem sair de casa, sobretudo através de alertas de emprego da sua Categoria profissional ou da sua Zona Geográfica.

2) Não esvazie o seu pote se pode fazer algo para o manter cheio
Muitas pessoas desempregadas deixam-se acomodar a receber todos os meses o seu subsídio, e vão gozando a vida normalmente com ele como se não houvesse amanha. O subsídio não é eterno e é necessário pensar no futuro presentemente. Porquê esperar que o subsídio acabe para só depois pensar no futuro? Não se desleixe ao ponto de esbanjar o seu subsídio, pense que um dia no futuro poderá vir a precisar mais dele do que hoje, e depois já não o tem.

3) Estar ativo faz bem ao ego
Se os seus esforços têm sido em vão e sente-se cada vez mais desmotivado, experimente fazer algo por si, algo que lhe dê motivação e alegria em fazer. Estar sem fazer nada não é uma imposição, faça coisas úteis para si, para os outros, para a comunidade, mantenha-se ativo e vai ver que consegue superar as adversidades com outra autoestima.

4) Aproveite o que é temporário
Se durante o tempo que estiver a receber o subsídio de desemprego surgir uma oportunidade temporária aproveite, além de poder voltar à vida ativa, posteriormente poderá voltar a receber o subsídio remanescente.

5) Lembre-se que por causa de uns pagam os outros
Se em Portugal todos tivessem cumprido a sua parte enquanto estiveram desempregados, provavelmente haveria mais gente ativa e o subsídio seria melhor para quem necessita dele como do pão para boca.

http://blog.ofertas-emprego.com/

Emprego de A a Z: A hora de mudar

domingo, 19 de maio de 2013

Portugueses são os que mais usam o Europass




Lançado em Fevereiro de 2005, o Europass é hoje uma ferramenta de vital importância para os portugueses.

O serviço online que permite criar um Curriculum Vitae Online de acordo com as normas europeias, fez um balanço destes últimos anos de atividade e chegou à conclusão que os portugueses são os que mais Currículos criaram num universo de 38 milhões.

Desde 2005 o Europass já foi acedido por mais de 48,6 milhões de pessoas em todo o mundo, foram emitidos mais de 300.000 registos Europass atestando experiências de trabalho ou de aprendizagem em outros países, e foram preenchidos online ou descarregados mais de 1,2 milhões de Passaportes de Línguas Europass.

Em Dezembro de 2011 o Europass renovou o seu website facilitando ainda mais o acesso aos cincos documentos aí disponibilizados:

1) Curriculum Vitae (CV)
Nele o utilizador poderá apresentar uma descrição geral das suas competências pessoais, num formato adequado, atual e segundo as normas europeias.

2) Passaporte de Línguas
Trata-se de um documento de autoavaliação de competências e qualificações linguísticas de acordo com um sistema normalizado.

3) Europass-mobilidade
Trata-se de um documento que regista a experiência profissional e educacional adquirida em outros países da Europa.

4) Suplemento ao Certificado
Trata-se de um documento que descreve o conteúdo de qualificações profissionais.

5) Suplemento ao Diploma
Trata-se de um documento que regista as competências adquiridas por diplomados ou titulados, e que incluí as disciplinas concluídas e as respetivas classificações.

Em 2013 está prevista a introdução de um novo documento intitulado “Europass-Experiência”, que permitirá aos utilizadores registar as suas experiências profissionais e aptidões nos mais diversos contextos tais como trabalhos temporários, empregos de Verão, estágios, voluntariado, etc).

Endereço electrónico do Europass: http://europass.cedefop.europa.eu/pt/home


http://blog.ofertas-emprego.com

Emprego de A a Z: Patrão ou empregado?

sexta-feira, 17 de maio de 2013

O mercado de trabalho mudou, saiba quais as tendências



Em Portugal como em muitas partes do mundo, o emprego estável perto de casa tornou-se quase como uma regra, no entanto face ao agravar da situação económica principalmente dos países da Zona Euro, a situação alterou-se profundamente. Em 2010 o mercado de trabalho sofreu os primeiros grandes sinais de declínio, efetivando-se com maior gravidade em 2011 e piorando a cada ano que passa. A ineficácia das medidas aplicadas nos países em dificuldades só veio agravar ainda mais este flagelo, no entanto existem alternativas menos confortáveis é certo, mas ainda assim boas para prosseguir a sua carreira.

Apresentamos de seguidas algumas tendências do mercado atual e futuro:

Áreas emergentes
A crise económica agravou certas áreas de negócio por diversos fatores, no entanto ainda existem áreas onde o emprego é mais abundante e onde o tecido empresarial continua a investir. Serviços de Saúde, Tecnologia, Utilidades, Vendas, Sectores Técnicos e Científicos e Energias são algumas das áreas que deve optar para prosseguir ou iniciar a sua carreira.

Emprego em África
As fortes raízes que existem entre Portugal e alguns países africanos favorecem o investimento português nesses países, e consequentemente o recrutamento de pessoas qualificadas para essas empresas. Angola e Moçambique são dos países mais procurados pelos trabalhadores portugueses. Sugerimos alguns endereços úteis para procurar emprego em África:

Angola
Moçambique
Emprego na Europa
Apesar da maioria dos países europeus estar em dificuldades, ainda são muitas as oportunidades de emprego principalmente nos países situados mais a norte. As fronteiras abertas e os custos mais reduzidos na aviação permitem que as pessoas possam estar fora de Portugal mas ainda assim mais perto da sua família e amigos. Sugerimos alguns endereços úteis para procurar emprego na Europa:



http://blog.ofertas-emprego.com

Emprego de A a Z - Dicas para um curriculum vitae

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Lista de Centros de Emprego em Portugal

Centros de Emprego Zona Norte



Centros de Emprego Zona Centro



Centros de Emprego Zona de Lisboa e Vale do Tejo



Centros de Emprego Zona do Alentejo



Centros de Emprego Zona do Algarve


segunda-feira, 13 de maio de 2013

Emprego de A a Z - A importância do estágio

domingo, 12 de maio de 2013

Emprego de A a Z: A importância do networking

sexta-feira, 10 de maio de 2013

quarta-feira, 8 de maio de 2013

segunda-feira, 6 de maio de 2013

domingo, 5 de maio de 2013

Artigo sobre Como Fazer uma Carta de Apresentação

sexta-feira, 3 de maio de 2013

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos